Fotodepilação vs depilação a laser

A fotodepilação e a depilação a laser são duas conhecidas técnicas de depilação e a diferença entre elas reside no tipo de luz utilizada.

A fotodepilação utiliza a Luz Intensa Pulsada ou também chamada de IPL que são as iniciais das palavras em Inglês, Intense Pulsed Light; para a eliminação duradoura, progressiva dos pêlos, sendo  um dos métodos mais utilizados para a remoção permanente de pêlos indesejáveis.

Fotodepilação:

· Como funciona: a Luz Intensa Pulsada, destrói a célula germinativa do pelo e faz com que ele volte a nascer no próximo ciclo da célula, 6 a 12 meses depois.

Vantagens: é mais rápida, menos dolorosa, mais cómoda e trata mais tipos de pele e pêlo e pode ser aplicada em qualquer região do corpo, como: Axilas, Buço, Virilha, Pernas, Costas; excepto a região do ânus e em volta dos olhos.

Desvantagens: não é aconselhada para quem tem pêlos grisalhos, brancos, loiros e ruivos; já que as ondas de Luz Intensa Pulsada transformadas em calor são absorvidas pela melanina (pigmentação) do pêlo. A Luz Intensa Pulsada entra e só atua onde têm melanina, e o pêlo tem melanina.

A fotodepilação também não é recomendada para peles negras, já que pelo excesso de melanina (pigmentação) da pele negra, a Luz Intensa Pulsada poderia danificar a pele; no entanto sugerimos que sempre se consulte a opinião de um profissional capacitado para que ele avalie a sua pele.

Duração: Os resultados são obtidos após 6 a 10 sessões.

Riscos: Não há risco de queimaduras ou manchas já que a luz pulsada tem frequência variada, ajustada a diferentes peles e pêlos.

Dor:  a sua aplicação é considerada menos dolorosa quando comparada com a depilação a laser e, por isso, é chamada de fotodepilação indolor.

Precauções: Aconselha-se que o tratamento seja feito no inverno já que não pode ser feito sobre a pele bronzeada. Recomenda-se que se evite a exposição ao sol três semanas antes do procedimento e três semanas depois da realização do tratamento.

Depilação a Laser:

A depilação a laser é mais precisa mas não é adequada para todos os tipos de pele, por ex a pele negra, não pode beneficiar desta tecnologia.

Como funciona: A luz do laser atinge o pelo, o aquece e destrói. As aplicações de laser devem ser feitas a cada 30 ou 40 dias em média. É mais eficaz em pêlos grossos e escuros.

Duração: Pode variar de cinco a oito sessões. Em alguns casos, são necessárias até 12 sessões.

Riscos: Podem ocorrer manchas e queimaduras, com maior incidência em peles bronzeadas, morenas ou negras.

Dor:  pode ser muito doloroso dependendo do aparelho utilizado, pois atua mais profundamente na pele, podendo gerar até mesmo pequenas queimaduras.

Precauções: Evitar exposição ao sol duas semanas antes do procedimento e três semanas depois.

Cuidados antes do procedimento: Fotodepilação vs depilação a laser

As recomendações são iguais para os dois procedimentos: a pele não pode estar bronzeada, o pelo não pode ter sido retirado pela raiz (com cera ou pinça) no último mês, não pode haver focos de vermelhidão, ou focos de acne activa.

– Usar exfoliante uns dias antes de cada sessão, para que o acesso à raiz esteja facilitado.
– Depilar a zona a tratar com uma lâmina. Também pode usar um creme depilatório suave.

Alerta!
Se tiver algum problema de saúde, consulte seu médico antes de aderir a estes processos estéticos. Grávidas e lactantes devem evitá-los!

Fotodepilação vs depilação a laser